quarta-feira, 2 de julho de 2008

Tango Cayengue

"Nos finais de 1800, o cayengue, ou a essência pura do tango, surgia nas ruas da periferia de Buenos Aires, caindo no gosto popular.

Cayengue significa um caminhar cadenciado, um bailar pitoresco de corpos quebrados e sensuais, movimentos cortados e marcados. Este bailar pitoresco, em que era usado um vestuário brejeiro e popular, foi conquistando o coração dos argentinos, bem como dos europeus.

Nesta altura, nascia também o “choro” ou “chorinho” , o chamado “tanguito”, através de Ernesto Nazareth, e que, com o seu primeiro sucesso, “ODEON”, marcaria contraposição ao dramatismo do tango argentino, com as suas tiradas irónicas e, inclusive, temas alegres, alcançando notoriedade nacional através das composições de Chiquita Gonzaga e Catulo da Paixão Cearense."

Regina Sant'ana

Vale lembrar que o que mais diferencia o tango cayengue dos demais estilos de tango, é o seu ritmo bem marcado, tanto na música quanto no jeito estacatto de dançar, freqüentemente com os joelhos bem flexionados e/ou em contrapeso acentuado. As mãos ficam apoiadas no quadril do cavalheiro e o que é mais importante: a brincadeira rola solta.

Fala-se candjengue, pois na região da prata o 'y' tem um som parecido com 'dj'.

No vídeo, vemos Liliana Tolomei e 'El Tordo' bailando um cayengue típico na tradicional Confiteria Ideal, ao som da orquestra TubaTango, uma das mais representativas do canyengue.


video

Nenhum comentário: