segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Figura do Tango: Américo del Rio


Ninguém melhor que esse argentino carioca para contar porque é uma figura do tango:

"Cheguei aqui há 25 anos, sendo que antes morei um pouco em Havana(Cuba), Vigo e Barcelona (Espanha) e muitas vezes fiz viagens por projetos de ONGs (Marrocos, Equador, Perú, Denver, México, Europa, etc). Hoje moro no melhor bairro do Rio, Santa Teresa.

O motivo de ter optado pelo Rio? Me apaixonei pela cidade e pela mulher que conheci, Lilian, com quem me casei , daí os meninos Pablo e Diego. Também o meu "self" me disse: seja um tanto brasileiro porque viver intensamente também é arte e traz felicidade.

Por isso saio em escola de samba todos os anos, sou Vila Isabel porque foi a primeira que conheci, porque Noel Rosa é o Gardel brasileiro, porque as cores são as da Argentina e porque meu santo é Santo Antônio, padroeiro da escola, filho de Oxossi; saravá!!!


Tempos depois, já separado, chegaram os filhos Pedro e o de criação Linaldo. Trabalho como auditor da Fiocruz, faço gravações em espanhol pro CCAA, sou fisioterapeuta e escrevo projetos para ONGs. Meu hobby é o gotan (tango) por isso o site (Rio Tango), fotoblog, boletim e o anual Rio Tango Festival . Atenção: não vivo disso!"

Além de tudo, foi jurado no Campeonato de Tango do Rio de Janeiro e está sempre disposto a encabeçar um novo projeto. Não sei de onde tira tanta disposição! Uf!

Na foto, com Maria Antonietta na Estudantina Musical/RJ

(Aliás, sendo esta nossa próxima homenageada, e o Rio Tango Festival, nossa próxima abordagem. Aguardem)
.
.
.

Um comentário:

Pierre André Kranz - MusiKa Prod. Artistica disse...

Gostaria de divulgar o seguinte evento importante: a vinda da mais destacada cia de tango de Buenos Aires, atualmente: TANGO 21, com seu espetáculo TANGO-A-TIERRA.

A turnê acontece entre 22 e 29 de março, como segue:

PORTO ALEGRE-URGS, dia 22/ JOINVILLE-Teatro Juarez Machado, dia 25 / ITAJAÍ-Teatro Municipal, dia 26/ SÃO PAULO-Citybank Hall, dias 27 e 28 / RIO DE JANEIRO-Canecão, dia 29

17 bailarinos e músicos, com cenário requintado, reproduzem o Tango dos anos 30 até hoje, levando o estilo ao apogeu de técnica e elegância.

O espetáculo “TANGO-A-TIERRA” traz um corpo de baile e uma orquestra para apresentar um panorama, do século 20 ao século 21, do glamuroso ritmo. O passéio pelo tango começa na década de 30 retratando os diferentes estílos, os mítos, os lugares onde o Tango nasceu e cresceu, o repertório clássico e ortodoxo, e algumas inovações.

Considerado uma nova expressão do gênero, a companhia Tango 21 comprova que o Tango, centenário, continua se reinventando, passando de geração em geração, mantendo-se sempre vivo e jovem.

Com coreografias de alta complexidade e refinamento, o grupo traz um espetáculo que encanta os sentidos reunindo dança, canto e música: 17 bailarinos de alto vigor, habilidade e sensualidade somados a uma orquestra com oito excelentes jovens talentos formam o conjunto.

Tango 21 apresenta-se pela primeira vez no Brasil, apôs uma turnê de grande êxito na Europa, em 12 cidades, reunindo um público superior à 20.000 pessoas.